O local onde têm decorrido todas as anteriores edições foi seleccionado principalmente pelo grande valor histórico que este possui para a localidade de Moinhos de Carvide. Neste local poderemos encontrar o último moinho de água da freguesia, ainda em funcionamento.

Mais informação deste moinho (azenha) em www.monumentos.pt , no tópico "Sistemas de Informação", pesquisando com o Nº IPA: PT021009080145 (designação Azenha de João Coutinho).


Antes do Séc. 19

Construção do moinho, que era primitivamente um moinho de rodízio

Inícios do Séc. 19

Documentada a existência do moinho, então já adaptado a roda vertical (azenha), juntamente com um outro localizado a cerca de 100m e já desaparecido

Aquando das Invasões Francesas terá abastecido as tropas inimigas


Cerca de 1930 até aos anos 80

as azenhas eram arrendadas pelo moleiro João Coutinho ao seu proprietário Maria José de Oliveira Jordão; De Maio até 15 de Agosto, às 4ª Feiras e Domingos, a utilização das valas e ribeiras de Carvide estava destinada à rega dos campos, sendo nos restantes dias reservada exclusivamente para o uso dos moinhos e moleiros que tinham a obrigação de limpar as valas a montante até ao moinho mais próximo


1984

Aquisição pelo actual proprietário (Laurindo Saraiva), filho do antigo arrendatário e moleiro.