"Pig's on Spetayde" foi o nome atribuído a este festival onde reina o bom rock e muita animação que sempre exalta todas as suas noites.

Em 2006 eis que surge a ideia e se concretiza um sonho. Nasce o "Pig's on Spetayde" como sendo uma festa privada em que se festejava o término do curso de engenharia de 4 'mártires' do mesmo. Com o companheirismo e sonho de todos eles e seus respectivos amigos, eis que surge o primeiro grande sucesso deste festival. No palco os anfitriões "GuessWhat?" animaram todos os presentes enquanto tiveram forças.

Em 2007, a saga continua e mais forte que nunca. Um grupo de amigos de Moinhos de Carvide, depois de uma petiscada bem regada, decidem dizer sim à continuação do projecto "Pig's on Spetayde" e colocam "mãos à obra". O festival é alargado para duas noites e no palco a presença de "ZookieBoo", "seis35", "Tribanis" e "GuessWhat?". O sucesso do festival é vinculado. Sucesso absoluto.

Em 2008, o "Pig's on Spetayde" cresce e torna-se uma referência na localidade de Moinhos e em toda a região. Procuraram-se novas atracções, divertimentos, ambiente, infra-esruturas. Para promoção do festival eis que a organização promoveu uma pré-festa a 19 de Abril onde contou com a presença de "Jaimão". Aí é que a coisa começou a "descambar"!!! Neste ano o sucesso já foi evidente e a projecção regional foi uma consequência natural. No palco, para animar as noites de 30 e 31 de Maio contou-se com a presença de "Kyoto", "The All Star Project", "DJ Paulo Mira", "GuessWhat?", "Our Touch", "Born a Lion" e DJ Leonel. Tudo isto, fez do "Pig's on Spetayde" o maior festival de rock da região.

Em 2009 este festival revelou toda a sua qualidade e tornou aquelas duas noites inesquecíveis para praticamente todos os que por lá passaram. As noites foram abrilhantadas com os estreantes conterrâneos "Desculpem Lá!!", Jim Dungo e "The Flaming DJ" na Sexta-Feira dia 05 de Junho. No Sábado 06, depois do 1º Pig's Bike Tour durante a tarde, eis que sobem ao palco "Akunamatata" e os sempre presentes "GuessWhat?" e "DJ Leonel" que ofereceram a todos os presentes uma grande noite do melhor Rock and Roll nacional e internacional.

Em 2010o festival continua superando todas as melhores expectativas... não fosse este o primeiro ano em que houve ajuda do "nosso grande amigo" S.Pedro. Melhoradas todas as infra-estruturas e condições para os presentes, eis que na noite de 6ª feira os "Funil e Abelhinha" e "Banda Red" composeram a noite transformando-a numa das noites mais divertida de todas as anteriores edições. Na noite de Sábado o sucesso continua e desta feita sobem ao palco "Declínios" que, com o seu fantástico rock fazem as delícias dos presentes. Finda a sua actuação, eis que sobem pela 5ª vez aos palcos Pig's os já familiares Guesswhat que se empenharam em continuar e transformar aquela noite a melhor noite Rock Pig's on Spetayde de todos os tempos.

Chega 2011e com ele, são agendadas duas mais duas grandes noites que encheram os ouvidos de todos aqueles que por lá passaram com boa música. Além dela, a boa disposição, tornou a ser marca presente. Uma 6ª feira (10 Junho) repleta do melhor hard-rock com R.A.D. e R.C.A. e fechada com o DJ Hell P.. Sábado (dia 11), chega a boa disposição com n.E.I.M. que puseram todos a mexer e a sorrir. Surge ainda o reaparecimento dos conterrâneos "Desculpem Lá!"que, conforme conseguiram :), interpretaram 5 temas "imortais" de bandas Portuguesas. Para fechar com chave de ouro, entram ainda os "Evolution" que brindaram todos os presentes com os maiores êxitos dos 80s/90s com grande nível de interpretação. Grande noite esta... O encerramento esteve a cargo do DJ Gel que não permitiu que ninguém arredasse pé antes do fim desta edição.

Com 2012 chega a 7ª edição e, como não poderia deixar de ser, chegaram mais duas grandes noites de grande animação e de muito boa música. Abrem o festival na noite de 6ª feira os grandes "The Peorth" e fecham os MAM (Música a Metro). No Sábado, abrem os fantásticos "Sede Bandida" e fecham "Agarra Ké Ladrão". Duas noites fantásticas repletas de grandes êxitos e de grandes bandas, músicos e vocalistas. Provavelmente um dos anos com maior linearidade em qualidade dos vocalistas. Vozes e presenças em palco muito boas ;)

Em 2013 o Pigs voltou… e muito bem (a 05 e 06 de Julho). Mais duas noites, mais 4 bandas. Continuamos a subir a fasquia e, sendo o rock o “melhor alimento” deste festival (depois do porco no espeto), ninguém mais indicado do que TRP (Tributo ao Rock Português) onde foram relembrados de forma sublime, os temas mais marcantes das últimas 3 décadas. De seguida, para fechar esta noite, contámos com “Mad Dogs” com rock mais recente e também excelentemente interpretado. No Sábado 06, coube a “Eisenkraut” abrir uma noite que, se pode considerar uma das 3 melhores noites de todas as edições. Para encerrar, “XPTO”. Diversos anos de estrada, diversos projetos musicais, muito profissionalismo e excelente desempenho. Eisenkraut e XPTO, o nosso muito obrigado.

Em 2014 (11 e 12 Julho), sentimos que precisaríamos algo mais. Algo que nos preenchesse a tarde. Algo que pudesse dar a conhecer aquele lugar que, durante a noite, não seria possível deslumbrar. Surge a 9ª edição do festival e, inserido nela, o 1º Trail do Capador com percursos de 8K e 16K e caminhada com partida e chegada no recinto. Nestes percursos procuraram-se alguns pontos de passagem indispensáveis, como a “Fonte do Sardão”, “Saibreira”, “Fonte da Formosa”… Passeio/Corrida muito interessante. Quando ao palco, nesse estiveram Rock iU e DRM (na 6ª feira) e RadioFive e DGANG (no Sábado). Dias fabulosos passados a conviver com a natureza, a ouvir o melhor rock.

Chega 2015, chega a Xª edição e desta vez tinha que ser a “doer”. Não lhe poderemos chamar um Best Of porque na verdade não seria possível convidar todos aqueles que foram “The Best”. Procuramos nesta edição trazer algumas dessas bandas (algumas dentro do vasto grupo que eram “as melhores”). Para abrir esta Xª edição (a 05 de Junho), “Evolution” que fechou o festival no ano de 2011. Para fechar esta noite, “XPTO” que fechou no ano de 2013 e com eles trarão também um dos conceituados “pai do rock português”, “Jorge Palma”. Uma noite para não esquecer. Para Sábado, os ritmos e sonoridades muito particulares, Funil & Abelhinha (diretamente de Arganil). Depois de abrir a edição de 2010, surge agora a abrir esta edição. Também da edição de 2010, resgatou-se também “Declínios”. Que há mais a dizer do que… “Muito bons”.